Turismo Paulista comemora nova dinâmica na gestão

Em três meses, o Secretário de Turismo do Estado de São Paulo, Vinicius Lummertz, considera que, embora seja um início de governo, já há o que comemorar. “Acho que estamos conseguindo imprimir uma nova dinâmica, sintonizados com o espírito deste governo, de apresentar soluções simples, rápidas e inovadoras, sempre buscando melhorar a integração entre a população, o setor privado e o que nós, como agentes públicos, podemos oferecer “, resumiu o secretário.

Convidado pelo governador João Doria por sua experiência no comando da Embratur e do Ministério do Turismo, Lummertz tem como uma das principais missões é dotar de maior profissionalização a secretaria de turismo, além de buscar a consolidação de São Paulo num destino turístico forte, com uma marca capaz de atrair turistas e visitantes do Brasil e do mundo.

“Sabemos que São Paulo tem uma gastronomia fantástica, uma cultura rica e diversificada, nossa capital e o interior têm muito a ser explorados por turistas. Mas temos que admitir que o mundo e o Brasil ainda não têm noção dessa dimensão. Nosso estado é o que mais atrai gente de todos os cantos do país e reúne mais de 2,7 milhões de turistas estrangeiros por ano. Também somos o estado que mais emite turistas para os demais destinos. Mas temos que promover mais e fazer com que o paulista viaje mais pelo estado, bem como que venham mais turistas para São Paulo”, comentou Lummertz.

Além de buscar trabalhar em sinergia com a iniciativa privada, a Secretaria de Turismo vem buscando parcerias com outras pastas do governo para unir mentes e corações na busca contínua em transformar São Paulo nesse grande destino nacional e internacional. O secretário destaca alguns programas e ações que o Turismo já está realizando em parceria com as secretarias da Fazenda, Educação, Desenvolvimento Econômico, Transportes, Infraestrutura e Meio Ambiente, Desenvolvimento Regional, além das significativas parcerias com as Companhias Aéreas.

São Paulo Pra Todos

No início de fevereiro o Governo do Estado anunciou a redução da alíquota do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) que incide sobre o combustível de aviação em São Paulo. A alíquota, que hoje é de 25%, cairá para 12% a partir de primeiro de junho deste ano, o que vai tornar mais barato o custo operacional das empresas aéreas. Em contrapartida, em até 180 dias, o setor vai criar 70 novos voos e 490 partidas semanais, aumentando a oferta de destinos em todo o país.

A desoneração tributária do setor aéreo será compensada pelo impacto econômico gerado pelas contrapartidas. Os passageiros receberão 490 novas frequências semanais para 21 Estados e 38 destinos, além dos seis novos destinos dentro de São Paulo: Barretos, Franca, Araraquara, São Carlos, Votuporanga e Santos/Guarujá. O segundo impacto será para o conjunto da sociedade por meio do fomento da atividade econômica, com geração de emprego e renda no Estado.

Rotas Cênicas

Trata-se de uma ação integrada com a Secretaria de Governo e de Transportes. A ideia é de que concessão, modernização e implantação de rodovias do Estado tenham como condição um projeto cênico acoplado, isto é, que as rodovias passem a ser visualizadas não só como caminho, mas como parte do destino e da viagem.

A proposta é que as rodovias tenham sinalização integrada à temática da região, paradouros, paisagismo, integração do caminho com ofertas de produtos e serviços típicos da região etc. Podem ser aplicadas no Litoral, em Vales, Circuito das Águas, Serras, Represas e Hidrovias fomentando a atividade turística. Aprovado pelo Conselho Político do Estado, o decreto que regulamenta a questão está em fase de elaboração.

Mais Férias

O objetivo é a implementação de um novo modelo de férias escolares, impulsionando o turismo regional. Isto porque grande parte dos turistas paulistas não utilizam os 30 dias das férias escolares de julho para viagens, resultando em um período da atividade turística mais enxuto. Por isso a iniciativa do Governo Estadual em “fatiar” as férias encurtando em duas semanas o recesso do mês de julho. As duas semanas remanescentes terão o seguinte destino: uma será complementada durante a Semana Santa, intitulada “Semana do Turismo” e a outra em torno de 12 de outubro, denominada a “Semana do Professor”.

Diante deste cenário, aumenta-se o número de viagens regionais no Estado de São Paulo; a utilização do calendário escolar proporcionará períodos regulares de descanso e haverá uma regular distribuição pela procura de viagens ao longo do ano. Este trabalho envolve a Secretaria Estadual de Educação, além das secretarias municipais de educação e também Sindicatos, como o dos professores. Aprovado pelo Conselho Político do estado, no momento, encontra-se com a equipe técnica da Secretaria da Educação.

Distritos de Desenvolvimento Turístico

A Secretaria de Turismo já está em ação para aplicar um modelo mundial mais eficiente na captação de investimentos em empreendimentos turísticos, entretenimento e lazer em pontos estratégicos no Estado de São Paulo. São os Distritos de Desenvolvimento Turístico que, na verdade são áreas incentivadas, com regramento especial para a criação de massa crítica de empreendimento turísticos complementares entre si.

Dentre as vantagens, esta iniciativa oferece um produto essencialmente turístico com gestão exclusiva pela iniciativa privada, geração de economia de escala oferecendo um ambiente físico ideal ao turista. Assim o papel do Estado passa pela identificação de áreas estratégicas, apoio a financiamentos em total acordo com municípios – Inserção no Plano Diretor, além da promoção de destinos.

O Estado Paulista já conta com potenciais desses Distritos, como o Brown Field na Região de Campinas/Jundiaí, na Rodovia dos Bandeirantes, que já contém elementos existentes, planos de expansão e uma área disponível adicional de 10.000.000 m². O Green Field no Vale do Paraíba fica no entroncamento da Rodovia Pres. Dutra e Carvalho Pinto com destinos estratégicos envolvendo turismo rural, religioso, gastronômico, de sol e praia, lazer e entretenimento. Aprovado pelo Conselho Político do Estado.

Modernização da SETUR

A nova gestão da Pasta ressalta que a Secretaria de Turismo está passando por uma reforma em sua estrutura, o que resultará em uma organização mais forte e preparada para estruturar, vender e promover o Estado de São Paulo. Os programas e ações também estão passando por uma revisão, com o objetivo de atualizar o ferramental necessário para encarar os desafios do Turismo.

A reformulação da Pasta do turismo está sendo trabalhada em duas vertentes: reposicionamento do Turismo no Estado de São Paulo e o reposicionamento da própria Secretaria. Dentro desta última abordagem, um novo modelo de DADETUR (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos) está sendo estudado, tendo em vista que o próprio FUMTUR (Fundo de Melhorias dos Municípios Turísticos) não está sendo operado como um fundo, mas sim como repasse de orçamento do Governo Estadual para a Setur-SP. O decreto de organização da nova secretaria está sendo entregue pelo corpo técnico da Assessoria Jurídica de gabinete do Procurador Geral do Estado.

Educação para o Turismo

Projeto proposto pela Secretaria de Turismo para a inclusão da disciplina turismo na grade curricular do ensino básico e médio da rede estadual de educação. O projeto piloto deve ser implantado em Estâncias Turísticas e em Municípios de Interesse Turístico para preparar os educandos para explorar adequadamente a atividade turística e ter uma visão positiva da mesma. No ensino básico a ideia é apresentar o turismo de forma transversal em diversas disciplinas, o aprendizado deve ser coroado com o chamado “Estudo do Meio”, ou seja, a saída do ambiente escolar para vivência da prática do Turismo. No ensino médio a introdução do turismo se daria por meio de oficinas que seriam realizadas duas vezes ao mês de forma optativa. O projeto está na Secretaria Estadual de Educação para análise.

Fonte: Governo de SP