Nessa quinta-feira, 9/4, o SinHoRes Osasco – Alphaville e Região enviou ofício ao prefeito de Osasco, Rogério Lins, solicitando a reabertura gradual imediata de hotéis, bares e restaurantes na cidade.

O ofício, baseado em estudo da JP Morgan Chase Institute e validado à realidade brasileira pelo Núcleo de Consultoria do SinHoRes, afirma que as micro e pequenas empresas de alimentação fora do lar não sobrevivem mais de 16 dias sem faturamento. “O SinHoRes e o Sinthoresp, sindicato laboral, fizeram o mais importante Termo Aditivo Emergencial da Convenção Coletiva de Trabalho com o objetivo de proporcionar medidas efetivas aos empresários que diminuam, pelo menos um pouco, os impactos financeiros em seus estabelecimentos, além de preservar empregos dos trabalhadores do setor. Mesmo assim, precisamos reabrir aos poucos, com todas as medidas de higiene e segurança para proteger empregados e clientes, e reaquecer o setor”, afirmou o presidente do SinHoRes, Edson Pinto.

O documento enviado ao prefeito sugere a manutenção da quarentena aos grupos de risco, proibição de eventos, aglomerações e demais determinações do governo, mas que sejam reabertos imediatamente bares e restaurantes. Para isso, o SinHoRes orienta:

– Disponibilização pelos sindicatos de uma cartilha digital a todas empresas e trabalhadores com as recomendações;

– Redução da capacidade em até 50% com distanciamento de 1,5 metros entre as mesas, inclusive em áreas externas;

– Prioridade do trabalho remoto para atividades administrativas;

– Férias ou afastamento de trabalhadores acima de 60 anos ou com problemas imunológicos ou comorbidade, dentro do período estabelecido pelo governo;

– Manutenção dos ambientes bem ventilados ou com o ar-condicionado ligado todo o tempo;

– Desinfecção constante de maçanetas, mesas, utensílios, cardápios, sanitários, etc, e de todo o estabelecimento, diariamente;

– Delivery take away, em caso de fila, com espaçamento de um metro entre os clientes para retirada dos produtos no balcão;

– Atendimento ao cliente respeitando um metro de distância;

– Fornecimento de máscaras e EPI’s para equipes de limpeza; 

– Disponibilização de álcool gel a todos trabalhadores e clientes.

Clique aqui para ler o ofício na íntegra!