A partir de agora, Osasco, cidade com o segundo maior PIB do estado e o oitavo maior do país, e demais municípios da Região Oeste – Carapicuíba, Barueri, Santana do Parnaíba, Jandira, Cajamar, Itapevi e Pirapora do Bom Jesus – contarão com a atuação de sindicato empresarial próprio nas áreas de hotelaria, negócios, alimentação fora do lar e lazer.

Trata-se do SinHoRes Osasco, Alphaville e Região, que acaba de receber carta sindical do Ministério do Trabalho.

A entidade já nasceu forte e tem a missão de oferecer serviços e fechar parcerias de negócios com hotéis, meios de hospedagem, restaurantes, bares e similares, além de promover o desenvolvimento do turismo e abrir novos mercados.

O presidente do sindicato, Edson Pinto, revela quais são as estratégias para alavancar novos negócios e conquistar o crescimento econômico da região, que possui cerca de 18 mil empresas do setor turístico, abrangendo aproximadamente 110 mil trabalhadores diretos e indiretos na produção.

“As relações entre o nosso sindicato e as empresas terão um viés contemporâneo. Inteligência de mercado, a busca pelo resultado em frentes amplas e a prestação de serviços serão o norte que levará ao desenvolvimento dos nossos negócios e à geração de empregos”, afirma o empresário.

Ele também é vice-presidente de Relações Governamentais da Federação de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Estado de São Paulo (FHORESP) e diretor da Confederação Nacional de Turismo (CNTur).

Serviços

O sindicato também oferecerá a empresas de hospedagem, de gastronomia e de entretenimento da região serviços de qualidade em assessoria jurídica, treinamento em gestão e operacional, promoção de mercado, além de benefícios especiais para associados, como redução de custos para serviços e produtos, promoção dos atrativos e destinos turísticos da região, entre outros.

Além disso, a nova entidade já planeja a realização de eventos exclusivos e em parceria com outras entidades empresariais e órgãos públicos da região.