O SinHoRes Osasco – Alphaville e Região e o Sinthoresp (sindicato laboral), protocolaram ofício conjunto nos gabinetes dos prefeitos de Osasco, Barueri, Santana de Parnaíba, Carapicuíba, Cajamar, Itapevi, Jandira e Pirapora do Bom Jesus e nas Secretarias de Turismo.

No documento, as entidades questionam decisão do Governo do Estado de inserir bares e restaurantes apenas na Fase 3 – Amarela de retomada das atividades econômicas, o que causará gravíssimo efeito social e econômico, além de impactar no setor hoteleiro. “Somos o maior gerador de empregos da região e se o setor de alimentação fora do lar reabrir apenas na Fase 3, significará o fechamento definitivo de milhares de estabelecimentos e a expectativa de 15 mil demissões! Além disso, a atividade hoteleira está com 80% dos hotéis fechados por falta de movimento. E como poderão reabrir sem seus restaurantes?”, indagou o presidente do sindicato empresarial, Edson Pinto.

Os sindicatos ainda denunciaram que a segurança alimentar da população está em risco, pois com a volta de demais atividades e de milhares de trabalhadores às ruas, não haverá fornecimento de alimentação para todos. “Com restaurantes fechados, como esses trabalhadores farão uma refeição de maneira segura, saudável e econômica ao custo de um vale refeição? Essa conta não fecha e não faz sentido shoppings, padarias, lojas de material de construção abrirem, mas restaurantes e bares não”, concluiu Edson.

Junto ao ofício, foi entregue também o e-book Protocolos Covid-Free, com orientações e protocolos higiênico-sanitários que deverão ser seguidos pelos estabelecimentos dos setores de gastronomia, hotelaria, turismo e eventos quando ocorrer a reabertura das atividades. Os sindicatos também farão uma Comissão Intersindical para fiscalizar o cumprimento dos protocolos, receber denúncias e fornecerá um Selo de Qualidade aos interessados.

Clique aqui para conferir o ofício protocolado na prefeitura de Osasco!

Clique aqui para conferir o ofício protocolado na prefeitura de Barueri!