Hoje em dia é difícil ver um negócio que ainda não esteja no ambiente digital. Mas, mais do que isso, além da presença os restaurantes que vendem online têm inúmeras vantagens.

Somada com as demais estratégias e canais, essa combinação pode fazer que seu restaurante se destaque, vença a concorrência e ainda ganhe mais clientes. Veja como a internet e as vendas pelo delivery podem te beneficiar!

4 vantagens dos Restaurantes que vendem online

As vendas online são responsáveis por grande parte das receitas das empresas de diversos setores. Se antes as plataformas digitais eram ocupadas apenas por varejistas, essa realidade mudou.

De fornecedores da indústria do Foodservice até pequenos restaurantes, todos podem vender pela internet. Separamos algumas vantagens para aqueles restaurantes que ainda estão somente no offline e têm dúvidas se vale ou não a pena investir nesta tendência.

Por que vender comida online?

Porque…

1 – Amplia o alcance da marca

Quando se está apenas em um determinado local, o seu restaurante também fica refém somente das pessoas que frequentam ou conhecem a região.

Agora, uma das grandes apostas dos restaurantes que vendem online é justamente aproveitar o benefício que do alcance proporcionado pela internet.

É como se não houvessem “fronteiras”. É claro que nem sempre será possível atender a clientes a quilômetros de distância (e por isso a importância da definição de um raio de atendimento). No entanto, fazer com que sua marca, seus cardápio, seus pratos sejam conhecidos pode ser o primeiro passo para um pedido inicial ou ainda uma venda presencial.

2 – Oferece aos clientes mais comodidade

Se o cliente não pode ou não consegue se deslocar até o local do seu restaurante isso não significa que não pode consumir o que você oferece!

Pelo contrário. Com a facilidade dos pedidos online, estando perto ou longe, seu cliente pode usufruir daquilo que você oferece de melhor. Essa comodidade e conveniência podem inclusive ajudar no aumento das vendas.

Basta pensar que por indicação, mais pessoas podem fazer pedidos ou ainda que o pedido será em maior volume, o que pode aumentar o tícket médio.

Em tempos de isolamento social, essa pode ser inclusive uma boa tática ou alternativa para não deixar de atender seus clientes.

3 – Fideliza o cliente

As vendas à distância também contribuem para aproximar o seu cliente. Se “Maomé não vai até a montanha, a montanha vai até Maomé”.

O serviço de entrega de comida ganhou outra relevância durante a pandemia. Os restaurantes que vendem online souberam se aproveitar deste momento para se colocarem como “serviços essenciais”.

Se alimentar, fazer uma refeição, repor os itens da dispensa ou da geladeira é tipo como algo essencial. E, independente da permissão para o funcionamento presencial ou não, esse serviço pode continuar a ser oferecido.

4 – Diversifica os canais de vendas

Nada pior que do que depender apenas de quem entrar no seu salão. Ou então, da espera de uma ligação num final de semana…

O grande segredo dos restaurantes que vendem online é tornar esse canal, um canal complementar – no caso de quem já vende offline.

Se engana quem ainda pensa que as vendas pela internet concorrem com as vendas dentro do restaurante (e vice-versa). Um canal de vendas pode ser complementar ou ainda ajudar a potencializar o outro.

Uma estratégia bem comum, por exemplo, é a oferta de cupons de desconto no pedido pelo delivery. Promoções ou ações focadas em cada canal também trazem mais visibilidade e vendas.

Como os Restaurantes que vendem online podem vender ainda mais?

Embora a conexão da internet seja uma grande oportunidade, é o meio e não o fim. Então, é preciso investir em ferramentas que possibilitem que os clientes façam os pedidos, efetuem o pagamento, acompanhem a compra.

E isso pode ser feito de forma simples através de um site, de aplicativos ou plataformas especializadas em vender comida online ou até mesmo pelo WhatsApp.

Mas não é só isso. Vale se atentar também para essas outras dicas:

Seu cardápio é seu vendedor

Um dos pontos mais importantes é ter um cardápio atrativo. Não só em termos de produtos e preços, mas também que seja fácil de ser acessado e navegado facilmente.

A experiência da compra também conta no momento de pedir um lanche ou uma pizza. E isso, desde o momento do primeiro clique no site, até o fechamento do carrinho.

Manter as informações em dia, ou seja, atualizadas, também evita desgastes, erros e insatisfação dos clientes.

Deixe os clientes comprarem

O cardápio digital funciona como uma vitrine, mas depois disso é esperado que seja feito um pedido, não é verdade?

Muitas vezes você não precisará vender, só terá que permitir que seus clientes comprem. Sabe aquela velha história de facilitar as coisas? Então… é isso!

Você deve pensar que nem sempre as pessoas vão voltar se o seu site não funcionar, se o processo for complicado, se a experiência for ruim. Por esse motivo, seja simples, facilite os pedidos e venda mais!

Facilite o pagamento

Assim como o seu cardápio precisa ser diversificado, os meios de pagamento também precisam atender as novas necessidades do mercado.

Cartões, carteiras digitais e até mesmo pagamentos instantâneos como o Pix podem atrair novos consumidores e tornar as vendas pela internet ainda mais seguras. O dinheiro não será substituído rapidamente, mas tem se apresentado de novas formas constantemente.

Na prática isso quer dizer que não basta só “estar” online, os restaurantes que vendem online e que faturam mais, pensam essencialmente na experiência dos clientes!

Fonte: Goomer