As redes sociais podem ser inimigas da privacidade, mas se mostram, cada vez mais, boas aliadas do comércio. Um restaurante na Itália chamado “not a sushi bar” implementou recentemente um método de pagamento muito inusitado: seguidores do Instagram.

A novidade é simples: tem entre mil e cinco mil seguidores no Instagram? Você pode consumir um item do menu grátis. Se seus seguidores chegarem a 10 mil, dois são por conta da casa. Até 50 mil, você consome quatro, e até 100 mil, são oito. Tem mais de 100 mil? O consumo é totalmente gratuito. Basta postar na rede social de fotos usando uma hashtag e marcando o restaurante.

A estratégia pode parecer arriscada para alguns, mas o fato é que vem garantindo bons resultados para a rede: desde outubro o faturamento aumentou em 13,4%, e os pedidos via delivery em 10%. Ótimos números para um período curto da implementação, e que tende a melhorar.

Conforme relata o restaurante, foram impactados pelos menos 3,8 milhões de usuários do Instagram desde o início da campanha através das postagens de 80 influenciadores.

O “not a sushi bar”, porém, não é o único surfando nessa onda: com cada vez mais pessoas interessadas em compartilharem seus hobbies na plataforma de fotos – e com o número crescente de usuários impactados por essas publicações – são muitas as empresas pensando em usos alternativos para a ferramenta de Zuckerberg. Um restaurante inclusive criou um espaço caro e luxuoso ideal para fotos, o que incentiva organicamente os consumidores a compartilharem suas visitas.

Vale lembrar, a rede de fotos de Zuckerberg está testando um novo design para a página de perfil dos usuários. As últimas tendências da plataforma tem, inclusive, inspirado o Pinterest a se reinventar para seguir atraente.

O que acha da proposta de converter seguidores em descontos?

Fonte: Portal Tudo Celular