A cada dez restaurantes de pequeno porte no Brasil, seis oferecem comida a quilo. O sistema de atendimento self-service diminui o desperdício de comida do cliente. Ele é bastante popular entre os consumidores, que pagam apenas pelo que consomem. Mas, num mercado tão competitivo, como ampliar o lucro no restaurante self-service?

Atrair mais clientes está no coração dessa questão. O desafio do dono de um restaurante é a diferenciação da concorrência. Uma boa forma de trabalhar isso é com o aumento do mix de produtos oferecidos.

Ampliar a diversidade do cardápio é uma opção muito relevante para quem quer garantir o lucro e a rentabilidade de um restaurante a quilo. Quem oferece mais e melhores opções ganha no quesito qualidade e pode aumentar o preço do quilo sem medo de perder clientes. É preciso, porém, planejar esse passo com bastante atenção para evitar perdas e desperdícios. Confira abaixo algumas dicas!

Lucro no restaurante self-service: comece pelas carnes

O Brasil está em 6° lugar no ranking do consumo de carnes no mundo, por isso a oferta da carne em restaurantes a quilo merece atenção especial. Segundo o Sebrae, um cliente consome em uma refeição, em média, 65 gramas de salada, 85 gramas de arroz e 100 gramas de feijão. É a carne que realmente pesa no prato, com média de consumo de 150 gramas.

Portanto, aumentar a variedade de carnes pode ser a melhor maneira de ganhar o cliente. Além disso, o maior peso no prato traz retorno direto sobre o lucro no restaurante self-service.

Cuidado com a reposição

Agilidade na reposição dos alimentos que estão no réchaud é uma das principais preocupações que todo dono de restaurante a quilo deve ter. E quanto maior o mix de produtos oferecido, mais itens devem ser verificados. De início, o indicado é trabalhar com alimentos e receitas de menor complexidade e fácil reposição.

Uma forma de aumentar a variedade de produtos é ofertar carnes e peixes grelhados, que são simples de preparar. Se feitos na hora em uma churrasqueira a gás, estarão sempre quentes e frescos, o que agrada ao consumidor. Além disso, a churrasqueira a gás é um investimento que não pesa tanto para o empreendedor. Ela é prática de usar e permite a preparação de vários tipos de alimentos, o que facilita a criação do novo mix de produtos.

Outra maneira de diversificar o cardápio do restaurante sem sofrer com a reposição é distribuir as novas receitas ao longo dos dias da semana. Dessa forma, é possível montar um cardápio bem variado, com pratos diferentes que são oferecidos em dias predeterminados. Isso permite a criação de uma programação semanal e simplifica o planejamento da cozinha.

Cores e sabores

Aumentar a variedade de produtos oferecidos em um restaurante a quilo deve ser um processo planejado. Aposte em ingredientes que tragam novas cores, texturas e sabores para o cardápio, mas cuidado para não cair em nada muito exótico. Afinal, a maior parte dos restaurantes no país (49%) vende comida tradicionalmente brasileira, o que está alinhado com o perfil de preferência por comida caseira.

A sugestão é oferecer opções conhecidas só que mais bem trabalhadas, como saladas mais elaboradas ou cortes de carne diferenciados. Adicionar alimentos orgânicos, de produtores locais ou sem conservantes, também é uma forma de agregar valor ao cardápio. Essa também é uma ótima oportunidade para trabalhar o marketing. No caso, deve-se informar ao cliente que ele está consumindo ingredientes de origem qualificada, diferentes da concorrência.

Estoque e compras

Se por um lado, aumentar a variedade de produtos é uma boa maneira de atrair novos clientes e aumentar o lucro, por outro é preciso ficar atento ao planejamento para  compra e o armazenamento. É necessário pensar cada item do novo cardápio a partir dos fornecedores, caso contrário, será necessário buscar novas fontes de abastecimento.

Essa é uma ótima oportunidade para negociar com os fornecedores novos valores e prazos de pagamento,  pois o volume de compras tende a subir quando o restaurante aumenta o mix de produtos. Aproveite esse processo para tentar reduzir seus custos de operação e, com isso, melhorar a margem de lucro no restaurante self-service

Ofereça um mimo

Outra adição de produto que ajuda a fidelizar os clientes são pequenos mimos que podem ser oferecidos ao fim das refeições. Montar uma mesa de café e chá digestivos, com opções de bolachas e biscoitos na saída do restaurante é uma excelente forma de trabalhar esse ponto. Também podem ser oferecidos chicletes, balas, chocolates ou até mesmo uma pequena sobremesa.

É importante que essa ação seja bem planejada, para que não pese no orçamento. Vale destacar que ela é excelente para melhorar a experiência dos clientes e aumentar a taxa de retorno do restaurante.

Fonte: Ultragaz Empresas