Em decreto publicado na edição de sexta-feira, 8, da Imprensa Oficial do Município (Iomo), o prefeito de Osasco, Rogério Lins, dá poder de polícia administrativa à Guarda Civil Municipal (GCM) para coibir o comércio ambulante no município, especialmente no calçadão da rua Antonio Agu, principal centro comercial da região, e arredores.

O decreto 11.706/2018 estabelece que: “A Guarda Civil Municipal possui poder de polícia administrativa para executar ações de apreensão de mercadorias juntamente com a Secretaria de Indústria, Comércio e Abastecimento (SICA), no âmbito de suas atribuições”.

“Invasão”

Ainda de acordo com o decreto: “o poder de polícia conferido à Guarda Civil Municipal também permite coibir invasão de ambulantes e marreteiros sem permissão ou alvará que venham a ocupar de maneira desordenada o calçadão e suas imediações, estações de trem, terminais de ônibus e centros comerciais dos bairros”.

O SinHoRes Osasco – Alphaville e Região aplaude a corajosa medida e espera que a ação da GCM contemple especialmente os ambulantes de alimentos sem autorização, sem curso de higiene e manipulação de alimentos, colocando em risco a saúde da população. A entidade patronal, que representa o setor de Gastronomia e Hospitalidade de Osasco e Região em nível sindical, se coloca disposição da SICA e da Guarda Civil para colaborar, já que temos cobrado essa medida há muito tempo.

Fonte: Visão Oeste/Imagem: Reprodução Portal Visão Oeste