O movimento Comfort Food busca despertar lembranças, sentimentos e emoções nas pessoas através do paladar, estimulando suas memórias e aflorando sensações prazerosas que já tiveram em algum momento bom de suas vidas.

O termo Comfort Food significa “Comida Confortável” e está atrelado a uma linha de produção alimentícia que busca despertar conforto e bem-estar em seus consumidores durante a ingestão desses alimentos. Essa sensação surge devido ao toque caseiro e mais simples desses produtos, fazendo com que as pessoas lembrem de momentos especiais como um almoço em família no domingo, um jantar com os amigos, um piquenique ou uma viagem. Além disso, a lembrança da comida da mãe, da avó, da tia, ou de alguém especial, também pode vir à tona e aflorar ainda mais a sensação de felicidade durante o consumo do alimento.

A partir da observação de como a tendência está se posicionando no mercado, nota-se que sua essência encontra-se na simplicidade dos pratos. Exemplos dessa linha de produção são as massas, as tortas, os bolos e o tradicional arroz e feijão. Além disso, percebe-se que a combinação dos alimentos com os ingredientes e o modo de preparo influenciam no sabor do prato e, consequentemente, na experiência de cada pessoa.

Um exemplo prático de Comfort Food foi apresentado na animação Ratatouille, da Disney. Nele, o crítico, ao experimentar o prato feito pelo ratinho Rémy, que possui um olfato extremamente aguçado e sempre escolhia os melhores ingredientes, acaba relembrando de sua infância e do prato que sua mãe preparava. Dessa forma, o crítico foi conquistado e fama do restaurante foi restabelecida.

Atualmente, Comfort Food é uma tendência que está conquistando cada vez mais adeptos pelo mundo e, para atender a essa demanda, muitos restaurantes estão indo em direção contrária ao fast food e oferecem alimentos mais saudáveis e “confortáveis” para seus clientes.

Além disso, estamos vivenciando um período em que as pessoas se importam muito com sua saúde e, consequentemente, tendem a procurar alimentos mais naturais e feitos na hora, o que gera um crescimento no mercado desse setor. Com isso, quanto mais próximo do natural, do orgânico, do simples e da sensação prazerosa de consumir um alimento, estaremos ao lado também da linha de tendência chamada Comfort Food.

FONTE – Eali