O Ministério do Turismo divulgou levantamento completo do Mapa do Turismo Brasileiro, deixando evidente a força do turismo em todo o estado de São Paulo. O número de 222 destinos listados na última versão do mapa saltou para 432 municípios paulistas neste ano.

O Ministério do Turismo aplica esse crescimento ao trabalho realizado pelo próprio órgão e conscientização junto aos gestores municipais e estaduais sobre a importância de identificação e classificação das cidades para que políticas e investimentos sejam mais adequados às necessidades do município.

O novo mapa categoriza as cidades entre A, B e C, como aquelas que concentram maior fluxo de turistas domésticos e internacionais (São Paulo, Aparecida, Campos do Jordão, entre outros); e D e E, como destinos que desempenham papel essencial no fluxo turístico regional. Nesses casos, o Ministério avalia que estas cidades precisam de apoio para geração e formalização de empregos e estabelecimentos de hospedagem.

Todos os municípios da base do SinHoRes Osasco – Alphaville e Região estão no novo Mapa, mostrando o grande potencial da região no setor de turismo e hospedagem. A cidade de maior representatividade, segundo o Mapa, é Osasco, que está classificada na categoria B. Na categoria C, estão as cidades de Barueri e Itapevi; na D, encontram-se Cajamar, Carapicuíba, Jandira e Santana de Parnaíba; e na E, Pirapora do Bom Jesus.

“O SinHoRes está na região representando cerca de 15 mil empresas do setor turístico e trabalha para alavancar novos negócios e conquistar o crescimento econômico da região, fomentando os setores de turismo, hospedagem e também gastronomia. No que depender de nós, as cidades de nossa base irão se sobressair a cada nova versão do Mapa do Turismo Brasileiro”, afirmou o presidente do sindicato patronal, Edson Pinto, que é membro titular do Conselho Estadual de Turismo e Conselho Municipal de Turismo de Osasco.