O Grupo GR colocou em operação na cidade de Olímpia (SP), 504 apartamentos do Royal Star Thermas Resort. Junto com os 456 apartamentos inaugurados anteriormente do Royal Thermas Resort & Spa fazem desse o maior empreendimento hoteleiro do Brasil. Ele é administrado pela bandeira Royal Hotels e pode receber com conforto e segurança, até quatro mil hóspedes.

A nova operação se destaca por oferecer atrativos exclusivos e serviços personalizados focados em oferecer a melhor experiência para o turista ou proprietário durante hospedagem no complexo. A água termal, a localização da cidade e a posição de Estância Turística são fatores que impulsionaram os investimentos do Grupo GR na cidade, que inclusive é destaque no ranking estadual da hotelaria do Estado de São Paulo. Ela é a terceira em número de leitos no estado de São Paulo, estando abaixo apenas das cidades de São Paulo e Santos.

Desde sua inauguração, em 2014, o Royal Thermas Resort vive fase de plena expansão. Na época, o empreendimento chegou em Olimpia com investimento inicial de R$ 100 milhões e uma infraestrutura modelo, focada no lazer familiar. A primeira fase do empreendimento contou com 456 apartamentos, piscinas, ofurôs, sauna, academia, brinquedoteca, restaurante, bar molhado, bistrô, quadra de tênis, poliesportiva e quadra de areia, contemplados numa área de 4,3 mil m² de muito lazer, mais 1 mil m² voltados exclusivamente para a alimentação de hóspedes. Esse foi um investimento expressivo que teve respaldo da tendência do mercado, de interiorização do turismo e também pela busca do turismo temático, e possibilitou a manutenção, frequência e ousadia nos investimentos. Isso motivou o Grupo GR a captar mais R$ 100 milhões na implantação do Royal Star Thermas Resort que além dos 504 apartamentos bem amplos e confortáveis, conta com uma área de lazer com seis piscinas, sendo uma coberta e uma com borda infinita. Somado a isso, estão cinco ofurôs, sendo um coberto, sauna, academia, brinquedoteca, cinema, salão multiuso, restaurante, pizzaria, creperia, gelateria, bistrô e ainda diversas áreas para atendimento ao turista, somando 4,4 mil m² em área de lazer, mais 1,8 mil m² exclusivos para alimentação do hóspede.

Grandes diferenciais

Outro grande diferencial dos empreendimentos do Grupo, em Olimpia, é o acesso individualizado e exclusivo ao parque aquático Thermas dos Laranjais, que se tornou o 30° parque aquático mais visitado do mundo. O atrativo ultrapassou os 2 milhões de visitantes e atingiu sua melhor classificação no ranking Theme Index 2017, elaborado pela TEA/AECOM – Themed Entertainment Association, que analisa o setor mundial de atrações no ramo de entretenimento. De acordo com relatório da empresa, o parque registrou 2.007.000 visitantes no último ano, um crescimento de 2,5% comparado à visitação de 2016 (1.959.000). O Thermas dos Laranjais se mantém como o primeiro parque mais visitado do Brasil e da América Latina, sendo contemplado no ranqueamento desde 2013, presente no TOP 5 dos mais visitados, sendo que, de lá para cá, apresentou 21% de crescimento no número de visitantes.

Além do desenvolvimento hoteleiro, o empreendimento tem, desde 2016, parceria com a RCI, a fim de possibilitar que o hóspede se torne proprietário do empreendimento, através de venda de propriedade compartilhada dos apartamentos. O conceito adotado visa garantir férias vitalícias ao turista, uma vez que ao adquirir frações imobiliárias de uma a quatro semanas, o proprietário tem ainda a possibilidade de trocar a estadia adquirida por hospedagens em hotéis e resorts de mais de 5 mil destinos em 100 países, tudo através de parceria firmada com a empresa líder mundial em intercâmbios de férias – Resort Condominium International – RCI. Parcerias que garantem a manutenção e investimento frequente no empreendimento.

O superintendente da Royal Hotels, Gustavo Rezende, lembra que o Grupo chegou em Olimpia em 2009, a convite da presidência do Thermas a fim de estabelecer o turismo na cidade na área de hospedagem, pois Olímpia recebia muitos turistas para o acesso ao parque, mas ainda era deficiente na oferta de leitos, “Olímpia hoje é uma potência no turismo brasileiro. A cidade deixou de ser vista como uma dica de passeio para se fazer bate/volta e se transformou, de fato, num destino turístico, e fazer parte deste processo de transformação, oferecendo hotelaria de primeiro mundo para receber os hóspedes, nos deixa muito honrados e ainda mais comprometidos na missão de fazer de Olímpia e Região um polo forte no turismo de água termal e lazer para família”, disse Rezende.

Ainda de acordo com o superintendente, com os novos leitos o Grupo prevê aumento anual de cerca de 20% na taxa de ocupação. “Vamos continuar investindo na Estância Turística para propor uma experiência valorosa tanto para hóspedes quanto para proprietários”, destaca Gustavo. Ele revela que a tarifa média na baixa temporada do Royal Thermas Resort & Spa, assim como do Royal Star Thermas Resort & Spa, e a partir de R$ 606,00 e podem ser feitas pelo site: www.royalthermasresort.com ou pelo telefone (17) 3280-8101.

Fonte: Revista Hotéis