Conforme o SinHoRes Osasco – Alphaville e Região havia adiantado na quinta-feira, 10, o Governo do Estado anunciou nesta sexta-feira, 11, em coletiva de imprensa, novas restrições do Plano São Paulo, diante do aumento do número de casos de covid-19. O horário de bares deve ser reduzido para evitar aglomerações e endurecer as fiscalizações em eventos com grande número de pessoas.

De acordo com o governador João Doria, a decisão por ampliar as restrições veio da pressão de especialistas do Centro Estadual de Contingência, que, preocupados com a escalada da pandemia no Estado, pediam que o governo impedisse o funcionamento de bares após as 20 horas – período em que o movimento começa a ficar maior.

Diante desse cenário o governo agora determina que bebidas alcoólicas só poderão ser comercializadas até 20 horas em restaurantes. Já os bares só poderão abrir até às 20 horas. Será obrigatório a aferição da temperatura e disponibilização de álcool em gel, além do distanciamento mínimo de 1,5 m por mesa nesses locais. Bares e restaurantes só poderão trabalhar com 40% de sua capacidade e as mesas poderão ter no máximo 6 pessoas. O horário de fechamento continua até as 22 horas. Para bares, além dessas regras, o horário de funcionamento será apenas até as 20 horas. Eventos com público em pé continuam proibidos.

As prefeituras da cidades da região da base do sindicato empresarial já haviam oficializado em decreto o retorno para a Fase 3 – Amarela do Plano São Paulo. Uma nova avaliação do Plano São Paulo deve ser realizada no dia 4 de janeiro, de acordo com o governador.

Para dar suporte as regras e protocolos higiênicos e sanitários o SinHoRes Osasco – Alphaville e Região disponibiliza gratuitamente aqui no site o e-book Protocolos Covid-Free.  O e-book orienta os empresários, entidades civis e sindicais para ações corretas na retomada da atividade econômica dos setores de Gastronomia, Hotelaria, Turismo e Eventos aqui; além dos protocolos sanitários, tanto intersetorial quanto de orientações segmentadas, do governo de São Paulo aqui.

Continue acompanhando a Rede SinHoRes e fique por dentro de todas as alterações no Plano São Paulo de combate ao Coronavirus e as posturas municipais da nossa base sindical.