No estado de São Paulo, na última sexta-feira, 20/3, o governo, por meio do Decreto 64.879, estabeleceu quarentena em todo o território como maneira de evitar a contaminação e propagação do coronavírus.

De acordo com o Decreto, a partir dessa terça-feira, 24/3, bares, restaurantes e similares devem permanecer fechados ao público, sendo permitido apenas serviços de delivery e/ou drive thru. Já os hotéis foram considerados serviços essenciais à população e, por isso, devem permanecer abertos.

O Decreto tem validade até o dia 7/4, podendo ser prorrogado.

O mesmo está previsto em decreto de Osasco (12.399) publicado nessa segunda-feira, 23/3. Os restaurantes também podem funcionar no sistema take out, mas com portas fechadas e sem aglomerações.                                          

“O SinHoRes Osasco – Alphaville e Região agradece a iniciativa das autoridades em manterem os hotéis abertos. Esse é um serviço essencial para a população, seja aos médicos que devem se deslocar para trabalhar em outras cidades, pacientes que buscam tratamento e até pessoas que, por motivos maiores, devem sair temporariamente de suas casas”, afirmou o presidente Edson Pinto.

Nas demais cidades da base do SinHoRes (Barueri, Santana de Parnaíba, Cajamar, Carapicuíba, Itapevi, Jandira e Pirapora do Bom Jesus), foi decretado fechamento do setor de Gastronomia, sendo assim, bares, restaurantes e similares devem manter as portas fechadas, mas é permitido o delivery em domicílio e take out. Já no setor de hospedagem, o decreto estadual citado acima prevê a abertura dos hotéis. No entanto, para evitar conflitos de normas entre estado e municípios, recomenda-se manter apenas hóspedes/moradores; reservas já feitas e realizar novas apenas em casos emergenciais ou que não puderam ser canceladas, já que o movimento representa queda de 80%.