Circular nº 9/2018

Osasco, 11 de julho de 2018.

Empresários e contabilistas,

Informamos que o SinHoRes Osasco – Alphaville e Região ainda está em negociação da revisão da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria com o SINTHORESP, sindicato dos trabalhadores.

Alertamos a todos para não seguirem a Convenção Coletiva de São Paulo firmada pelo SindResBar-SP (Sindicato de Restaurante, Bares e Similares de São Paulo), antigo SinHoRes SP, assinada recentemente com o SINTHORESP, que contou com reajuste em relação ao piso salarial da CCT de 2017.

O piso salarial dos estabelecimentos da base do SinHoRes Osasco – Alphaville e Região segue o anterior e, após assinatura de nosso sindicato com o sindicato dos trabalhadores, as cidades de Osasco, Barueri, Itapevi, Carapicuíba, Cajamar, Jandira, Pirapora do Bom Jesus e Santana de Parnaíba, contarão com CCT específica.

Lembramos também que, em 2017, o SinHoRes Osasco – Alphaville e Região se desmembrou amigavelmente do SinHoRes SP  e foi reconhecido por ato do Ministério do Trabalho, publicado no Diário Oficial da União de 24/3/2017.

Clique aqui para visualizar a CCT 2017 – 2019 vigente, que ainda está valendo para as empresas de nossa base.

Atenção, se seu estabelecimento estiver em uma das cidades base do SinHoRes Osasco, não deve seguir a CCT de São Paulo!

Em breve, daremos novas informações sobre a negociação!

ATENÇÃO: O TIG – Termo de Implantação de Gorjeta também não deve ser formalizado com o SinHoRes de SP, sob pena de nulidade e problemas trabalhistas!