O Governo do Estado de São Paulo anunciou nesta sexta-feira, 21 de agosto, o retorno de todas as cidades da região da base do SinHoRes Osasco – Alphaville e Região, para a Fase 3- Amarela do Plano São Paulo de flexibilização para reabertura de setores da economia durante a quarentena de enfrentamento ao coronavírus. A data também marca o início da ampliação do horário de funcionamento de seis para oito horas por dia de bares, restaurantes e similares, além de outros estabelecimentos de comércio e serviços, de cidades que estão na Fase 3.

A extensão do horário é fruto da articulação da Fhoresp (Federação de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Estado de São Paulo), na qual o presidente do SinHoRes, Edson Pinto, que também é vice-presidente de relações governamentais, solicitou a ampliação do atendimento ao secretário de Turismo de São Paulo, Vinicius Lummertz.

O SinHoRes Osasco – Alphaville e Região realizará na próxima semana, o lançamento da Campanha “De Olho nas Regras de Funcionamento da Fase Amarela” que tem como objetivo a conscientização sobre os protocolos higiênico-sanitários e demais orientações de segurança que bares, restaurantes e similares devem seguir na Fase Amarela. “Essa é uma importante conquista, mas não podemos retroceder, precisamos intensificar os cuidados” destacou o presidente Edson Pinto.

Por meio das redes sociais, a campanha traz artes de conscientização aos empresários e profissionais do setor com uma série de lembretes dos principais dos protocolos definidos como capacidade máxima de pessoas nos estabelecimentos; a obrigatoriedade do uso de máscaras e quais locais elas devem ser utilizadas; disponibilização de álcool em gel e higienização das mãos; distanciamento recomendado; proibição de aglomerações, entre muitos outros.

O presidente também destaca o relançamento da Campanha “Estamos de volta” que estimula o retorno seguro dos clientes aos bares e restaurantes das cidades.  “Nosso objetivo é retomar a economia, mantendo empregos e garantindo segurança aos profissionais e clientes”, concluiu.