Em defesa de seus associados, SinHoRes ingressa com oito ações judiciais para reabertura de restaurantes, bares e similares no período noturno

CIRCULAR Nº 28/2020
O SinHoRes Osasco – Alphaville e Região ingressou com oito ações judiciais em todas as cidades de sua base (Osasco, Barueri, Santana de Parnaíba, Cajamar, Carapicuíba, Itapevi, Jandira e Pirapora do Bom Jesus) solicitando que a justiça permita a abertura de restaurantes, bares e similares também no período noturno.

Mesmo com decreto da prefeitura, SinHoRes orienta setor em Barueri a NÃO reabrir até que o Governo do Estado se manifeste

CIRCULAR Nº 25/2020
Nessa quarta-feira, 8/7, a prefeitura de Barueri publicou decreto no Diário Oficial, que permite a abertura de bares, restaurantes, similares e salões de beleza, se antecipando ao Governo do Estado de São Paulo, que ainda mantém a cidade na Fase 2 – Laranja do Plano São Paulo, e se reenquadrando por conta própria na Fase 3 – Amarela.

Presidente Edson Pinto entrega protocolos sanitários e propostas de reabertura ao Governo de São Paulo

CIRCULAR Nº 24/2020
O presidente do SinHoRes Osasco – Alphaville e Região, Edson Pinto, representando a FHORESP (Federação de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Estado de São Paulo), entidade sindical patronal que reúne 24 SinHoRes, em que é vice-presidente de Comunicação Social e Relações Governamentais, e as principais entidades representantes de bares, restaurantes, padarias e similares, tanto do setor empresarial quanto dos trabalhadores, entregaram ofício ao secretário de Turismo do Estado de São Paulo, Vinicius Lummertz, em que apresentaram argumentação técnica solicitando a reclassificação do setor na Fase 2 – Laranja e a flexibilização das restrições em relação ao Plano São Paulo.

MP dos salários é aprovada e poderá ser renovada

CIRCULAR Nº 23/2020
O Departamento Jurídico e Contábil do SinHoRes Osasco – Alphaville e Região preparou um roteiro explicativo sobre a Medida Provisória 936, agora chamada de MP 936/2020-A, a qual teve sua conversão em Lei (Projeto de Lei de Conversão 15/2020) por unanimidade no Plenário do Senado, em 16/06. Agora, o texto segue para sanção presidencial