Os bairros Km 18 e Jardim das Flores, na Zona Sul de Osasco, passaram a ser destaques no mercado imobiliário de imóveis de médio e alto padrão quando o assunto é procura. Ambos configuram na lista dos locais mais procurados para viver em Osasco e o preço do m² pode chegar em até R$ 6.000,00 dependendo da localidade.

Além da área imobiliária, os locais tem destacado-se na área gastronômica. O eixo da Avenida Crisântemo e sua transversal Hidelbrando de Lima oferece um vasto mix de bares, restaurantes e casas noturnas. Lata Velha Rock Bar, Johnny C, Varanda’s Bar e Gastronomia, Legião Rock Bar, Taça Cheia, Santa Oca, Armazém 18 e Francisco BarEartes, são os locais mais badalados para curtir a noite osasquense.

O Francisco BarEartes é conhecido por ser a casa mais charmosa de Osasco. O local destaca-se no bairro pela grande diversidade de atrações, com as melhores bandas pertencentes ao circuito Paulistano e um esforço para trazer novidades para a cidade. São três ambientes em um conceito PUB, oferecendo um serviço de drinks muito bem avaliado com a variedade das Cervejas mais geladas de Osasco, contendo uma pista de dança, um deck externo e uma vasta oferta gastronômica em seu menu oferecida por uma equipe muito bem treinada. Com lugares disputados, o Francisco BarEartes trabalha com reservas para que seus frequentadores possam curtir a noite de forma confortável e exclusiva. Um pouco mais afastado do Hall de Bares do Km 18, o local fica na Avenida dos Autonomistas, 5635.

Além disso existem opções mais “família” para quem deseja um local mais sossegado. Espeto e Bombacha, A Costelândia, A Casa Bar e Restaurante e o Boteco do Papa são os locais mais recomendados pelos frequentadores desse gênero. O “boom” gastronômico se deu início com a abertura dos vizinhos Taça Cheia e Santa Oca.

Os bairros atraem pessoas de Barueri, Alphaville, Carapicuíba e até da Zona Oeste de São Paulo devido a proximidade e falta de outras opções parecidas na região. Os moradores do Km 18 sentem-se satisfeitos com a valorização. A proximidade com a Estação Comandante Sampaio (CPTM) foi outro fator decisivo para o desenvolvimento do bairro no setor gastronômico.

Fonte: Osasco na Mídia